Casal estava acampado no mato para fugir do coronavírus

Denúncia que um homem estaria mantendo uma mulher em cárcere privado fez a Polícia Militar ir até o local

Notícias Relacionadas

Um professor e uma terapeuta decidiram se isolar do coronavírus de uma maneira diferente em Balneário Camboriú, os dois estavam acampando, há três semanas, em meio à mata no Morro da Aguada, onde fica o teleférico.

Uma denúncia de que um homem estaria mantendo uma mulher em cárcere privado fez a Polícia Militar ir até o local e constatar o isolamento voluntário dos dois.

O casal colocou folhas úmidas sobre o fogo, o que provocou fumaça e chamou atenção da vizinhança. Eles foram orientados sobre a proibição de queimadas, destruição da vegetação e que limpassem a área assim que deixassem o local.

Fonte: Jornal Razão

Próxima

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RECOMENDADAS

CATEGORIAS

Entre na sua conta abaixo

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Recupere sua senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha